terça-feira, 21 de agosto de 2012

Tratar das queimaduras solares

Nestes últimos dias, encontram-se, nas praias, milhares de pessoas. Apesar de desaconselhado, muitas delas permanecem ao sol das 11h às 17h, o que é um risco enorme (e quando vejo bebés ou crianças, na praia, a estas horas, fico chocada). O cancro da pele, produzido a partir da superexposição à radiação ultravioleta (UV), não precisa de muita negligência para aparecer, além de que demora anos até que tenhamos as consequências de um dia de exposição insensata ao sol.

Eu só faço praia a partir das 18h; este ano, contudo, nem lá pus os pés, ainda. Sou muito branca e morro de medo das queimaduras solares. Aplico o protetor solar (50+) antes de sair de casa e de duas em duas horas ou depois de sair da água.

Contudo, se tiverem a infelicidade de ficarem com eritemas, deixo-vos algumas curiosidades. Para queimaduras solares graves, a única solução é irem ao médico.

Não se esqueçam: protejam-se SEMPRE. A vossa pele e a vossa saúde agradecer-vos-ão.

(Clicar para aumentar)


S*

2 comentários:

Kiritta - Joana Silva disse...

Eu sou muito branquela basta estar distriada torro logo, acho que me vai ser util para depois tratar

Filipa disse...

olaaa
temos mesmo de ter muito cuidado com o sol, e não só no verão.. eu fico logo vermelha..
e por acaso uso um creme de calendula :D
bjinho